quinta-feira, 10 de maio de 2012

PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DOS CABOS E SOLDADOS DA PMCE TEM REUNIÃO COM COMANDANTE GERAL

Na manhã desta quarta-feira (9), às 11h, o comandante-geral da PMCE, coronel Werisleik Pontes Matias, recebeu o presidente da ACSMCE, cabo Flávio Sabino, e o secretário geral da ACSMCE, soldado Francisco Rogério. Na reunião, foram debatidos os seguintes assuntos: 1) Educação física no turno B e no 2º. dia de folga dos PMs de Juazeiro; 2) fiscalização de trânsito por PMs em Juazeiro; 3) Escala dos destacamentos; 4) Escala do Ronda, PRE e Cavalaria; 5) Reunião paritária; 6) Transferência de policiais da PIRS; 7) CHO 2012; 8) PMs da CPMA; e 9) Projeto para tratamento dos policiais e bombeiros militares.
Sobre os pontos 1 e 2, o comandante-geral disse que trataria com o comandante do 2º. Batalhão e resolveria a situação, apesar de a questão de trânsito ser uma solicitação do ministério público local. Já sobre o Item 3, o comandante-geral reiterou o compromisso de, a partir de janeiro de 2013, sentar com a ACSMCE e construir as escalas dos destacamentos em 24 X 72 com o advento dos novos 1.000 PMs.
Com relação ao item 4, Werisleik disse que os PMs do Ronda que desejarem permanecer no turno C podem ficar, assim como no turno B. Os que estudam podem buscar seus comandantes para acomodar escalas e assim permanece 4x1, 4x2, 3X1 e 3x2. Sobre a PRE, Sabino informou que continuava 24X48 com extra no segundo dia. O comandante-geral mandou ligar de imediato para o comandante da PRE e determinou que o mesmo se apresentasse no comando, na manhã desta quinta-feira, juntamente com o sargenteante, para tratar de adequação da escala. Quanto a escala da cavalaria, disse que também resolveria o problema.
Sobre o ponto 5, Sabino perguntou se o comandante-geral sabia a data da próxima reunião. Werisleik respondeu que não, mas disse que a reunião aconteceria e solicitou o projeto do Código de Ética para discutir. Quanto ao ponto 6, a transferência dos policiais da PIRS para  Tianguá, o comandante-geral disse ser necessária, mas pediu ao comandante da 2ª. CPG que lhe apresentasse homens que residissem em Tianguá ou próximo. O Sd. Rogério mostrou que seis policiais são de Camocim, se tornando inviável o deslocamento. O comandante-geral disse que resolveria a situação dos referidos policiais.
Com relação ao ponto 7, Sabino argumentou a necessidade da existência do CHO/2012, pois, além de haver vaga para Tenente QOAPM, com a realização do CHO/2012 abriria cerca de 160 a 200 vagas imediatas para o quadro de praças. Sem o CHO, as praças ficariam a mercê de aberturas de vagas provenientes apenas de quem vai para reserva ou em razão de baixas por morte. O comandante-geral mandou chamar o coronel Walberto, da CGA, e determinou que fosse realizado o CHO/2012. O coronel Walberto disse estar buscando um convênio com uma universidade para realizar os exames. Sabino ponderou que era favorável, porém para esse ano era inviável, uma vez que o curso terminaria após as promoções de 24 de dezembro, não sendo possível a abertura de vaga para promoções. O comandante-geral solicitou ao coronel Walberto que realizasse o concurso, e o coronel Walberto disse que realizaria os trabalhos para dar início ao processo.
Sobre o ponto 8, Sabino informou que os PMs da CPMA trabalham na trilha do Parque do Cocó sozinhos. O comandante-geral entrou em contato com o comandante da CPMA e ordenou que os PMs fossem escalados de dupla. Para finalizar, sobre o ponto 9, Sabino levou ao conhecimento do comandante-geral a abertura de crédito do Ministério da Justiça de mais de 40 milhões para projeto na área da saúde do profissional de Segurança Pública. O coronel Walberto disse que já tinha sido deslocado um oficial para Brasília para esclarecer dúvidas sobre esse projeto. Sabino sugeriu a construção de um centro de reabilitação para os militares com dependência química. A sugestão foi vista com bons olhos pelo Comando.

ACSMCE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...